realidade-virtual-no-tratamento-de-fobia-social-psicologa-juliana-vieira-itajaipsicologia-itajai-terapia-secao-unicaPsicologia Itajai – Psicoterapia Cognitivo ComportamentalPsicologia Itajai – Psicóloga Juliana Vieira

PSICOLOGIA ITAJAÍ

Dizer não é preciso!

postado em: 15 de janeiro de 2018

postado por: Psicóloga Juliana Vieira

Dizer não, é saudável sim!!! Há pessoas que só conseguem dizer sim, há pessoas que conseguem dizer não, mas se sentem culpadas e há pessoas que dizem não e se sentem bem.

Dizer não pode magoar a outra pessoa, porém não significa que a estamos desrespeitando, se existe um desrespeito nesta história é querer dizer não, mas não conseguir- acabar dizendo sim e como conseqüência não se sentir bem com isso.

São inúmeras as situações em que a resposta pode ser um não: quando os pais vão ao supermercado e seu filho começa a pedir tudo que vê a sua frente; quando um colega de trabalho lhe pede um dinheiro emprestado e você não quer dá-lo; quando um amigo pede o seu carro emprestado e você não quer emprestá-lo; quando seus pais pedem para visitá-los, mas naquele dia você não tem tempo disponível; quando você compra um produto, estraga e o vendedor não quer devolver o seu dinheiro e nem trocar a mercadoria.

Portanto, há várias situações que envolvem um não e quando você diz sim, querendo dizer não, acaba se sentindo mal. Vamos analisar a situação do produto: você comprou um calçado e no primeiro dia que usou a sola começou a descolar. Você pode levar até a loja e pedir para o vendedor trocar ou devolver o seu dinheiro, como pode não levá-lo até a loja.

Essa última alternativa você acaba se comportando de forma passiva, acarretando prejuízo para você mesmo.

Na opção de levar até a loja, você chega até a mesma e o vendedor diz que você poderá fazer em casa e aí? Você pode agir de três formas e dizer:

1. Está bem. Até logo!

2. Troque-os agora mesmo. Você pensa que eu sou sapateiro?! E não torne a me enganar.

3. Pode ser, mas prefiro que os troque. Quero outro par de sapatos.

Se você optou pelas duas últimas respostas, são respostas não-passivas, sendo que a 2ª demonstra um comportamento agressivo e o 3ª um comportamento assertivo. Por que? Você demonstra que discorda do vendedor (diz não) e procura uma solução para o seu problema, sem desrespeitar a si e ao outro.

Então, que tal dizer não?


Psicóloga Juliana Vieira

Psicóloga Juliana Vieira Juliana Vieira Almeida Silva é psicóloga formada pela Universidade do Vale do Itajaí desde 2001 e possui formação em Terapia Cognitiva-Comportamental. Doutora em Psicologia (UFSC) atua nas seguintes áreas: Psicoterapia Individual e Psicoterapia de Grupo, Psicoterapia Familiar e de Casal, Orientação Profissional, Aconselhamento, Diagnóstico para crianças, adolescentes e adultos. Tem vários artigos publicados na área da Psicologia e Administração. Além de Psicóloga Clínica, realiza atividades na área da Psicologia Organizacional: consultoria (Recrutamento e Seleção; Treinamento e Desenvolvimento, Plano de Cargos e Salários, entre outros) e palestras. Atualmente é docente em Cursos de Psicologia e Administração, bem como em pós-graduações.


COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS!